Aprenda a arquear as Sobrancelhas com Toxina Botulínica

arqueamento de sobrancelhas elevar elevação toxina botulínica botox músculos face facial harmonização orofacial

É muito comum que pacientes, principalmente mulheres, queiram arquear as sobrancelhas. Afinal, sobrancelhas arqueadas conferem um olhar mais marcante. Além disso, o procedimento de arqueamento ameniza algumas rugas e linhas de expressão na região.

A princípio, qualquer procedimento de Harmonização Orofacial pode oferecer uma aparência mais viva e intensa. Contudo, também é fácil entristecer o olhar, caso o profissional de HOF não faça o tratamento corretamente.

Por isso, sempre ressaltamos a importância de realizar um diagnóstico completo do paciente, assim como um planejamento adequado. Dessa forma, você terá muito mais controle sobre todo o tratamento.

E nunca se esqueça de estudar! Para conseguir arquear as sobrancelhas da forma que o paciente deseja, e necessita, você deve conhecer as técnicas de aplicação, contraindicações dos produtos, padrão das rugas, entre outras informações.

Então, se você quer saber como realizar esse procedimento da forma mais correta possível, leia o artigo até o fim!

Qual é a ação da Toxina Botulínica tipo A?

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD):

A toxina botulínica é utilizada principalmente para prevenir rugas e atenuar linhas de expressão, e empregada no tratamento de assimetrias faciais.

Em resumo, a Toxina realiza o relaxamento dos músculos faciais. Mas é um medicamento temporário, onde sua ação inicia de 7 a 14 dias após a aplicação e dura de 3 a 7 meses. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), os efeitos colaterais são raros e estão relacionados a própria injeção do medicamento, como dor e edema.

Além disso, há algumas contraindicações do produto. As principais são referentes a pacientes que sofrem de algum distúrbio ou têm alguma condição temporária, por exemplo:

  • Distúrbios neurológicos, que apresentam alterações neuromusculares que afetam a placa motora;
  • Síndrome de Laron-Lambel;
  • Paralisia de Bell;
  • Alergia a albumina ou outro componente da Toxina Botulínica;
  • Coagulopatias, que necessitam consumo de Ácido Acetilsalicílico (AAS) e Aminoglicosídeos;
  • Grávidas e lactantes;
  • Infecção ou reação inflamatória no local da aplicação.

Para saber mais sobre a Toxina Botulínica, clique aqui.

Toxina botulínica é a única forma de arquear as sobrancelhas?

A Toxina Botulínica é muito utilizada para o arqueamento das sobrancelhas, mas há outro material que pode oferecer um resultado igualmente satisfatório.

Os Fios de Sustentação, ou Fios de PDO, como o próprio nome diz, realoca e sustenta os tecidos. Além disso, aumenta a produção de colágeno, promovendo o rejuvenescimento da pele. Ele é reabsorvido pelo organismo e tem efeito quase imediato.

Os profissionais de HOF também utilizam esse procedimento rejuvenescedor para arquear as sobrancelhas, promovendo o efeito lifting, o conhecido “fox eyes“.

Outra técnica com os Fios de PDO é a Sutura Silhoette, descrita pelo cirurgião plástico Dr. Fernando Rodrigues. Esta técnica desenvolve a sustentação e eleva as sobrancelhas, a partir das linhas de Ácido Polilático. Também é um procedimento considerado rápido, levando no máximo 30 minutos.

4 Músculos para arquear as sobrancelhas

Conhecer a anatomia facial é um passo fundamental para qualquer procedimento em Harmonização Orofacial. Por isso, separamos 6 músculos envolvidos no arqueamento das sobrancelhas:

  • Músculo Occipitofrontal: um dos músculos mais longos e largos da face, vai desde as sobrancelhas até a nuca. Ele é o responsável por formar as rugas horizontais na testa.
  • Músculo Prócero: este pequeno músculo triangular está na região da glabela, entre as sobrancelhas. Ele é comprimido pelo Músculo Corrugador.
  • Músculo Corrugador do Supercílio: se localiza profundamente na extremidade medial de cada sobrancelha. Ele é o responsável pelas rugas verticais na região glabelar e pelas linhas que se formam ao franzir a testa.
  • Músculo Orbicular dos Olhos: é um músculo esfíncter, que causa os “pés de galinha” na lateral externa dos olhos.
  • Músculo Depressor do Supercílio: se encontra medialmente na órbita ocular, da parte nasal do osso frontal até a cútis do supercílio. Sua função é de deprimir o supercílio e a fronte.
  • Músculo Nasal: esse músculo está no dorso e nas imediações do ápice do nariz e é responsável por dilatar o nariz.

O profissional de HOF deve ter muito cuidado ao aplicar Toxina Botulínica no Músculo Orbicular dos Olhos. Depositar uma quantidade excessiva de produto, ou no local errado, pode causar uma ptose palpebral. Isso acontece porque o material pode facilmente migrar para o Músculo Elevador da Pálpebra Superior.

Um erro de aplicação no Músculo Occipitofrontal também pode provocar uma paralisia muscular total ou causar assimetrias sobressalentes. Portanto, tome muito cuidado para aplicar a técnica e a quantidade certa de Toxina!

Conheça os Tipos de Contração Muscular

Antes de tudo, para realizar a elevação das sobrancelhas com a Toxina Botulínica, você deve conhecer todos os padrões de sobrancelhas, sendo eles: total, medial e lateral. Assim, conseguirá fazer uma avaliação mais precisa do paciente para cada procedimento.

No padrão total, as rítides horizontais se encontram na frente do Músculo Occipitofrontal e avançam lateralmente até a linha médio-pulpar, se estendendo até o fim da cauda das sobrancelhas.

Já no padrão medial, as rítides se concentram na região central da testa, entre as linhas médio-pupilares, e se formam na direção horizontal.

Por último, no padrão lateral, as rítides se reúnem nas laterais da fronte e em maior quantidade após a linha médio-pulpar.

Além de conhecer o tipo de contração muscular do seu paciente, você precisa ter mente que há diversas variações anatômicas, estruturais e funcionais que interferem no tratamento. Por isso, você deve realizar uma análise facial para avaliar com mais precisão seu paciente.

Como os Padrões de Rugas Glabelares interferem na elevação de sobrancelhas?

A explicação é simples, entre as sobrancelhas, temos a glabela, região que se encontra entre as sobrancelhas e reúne diversos tipos de rugas. Muitas delas são responsáveis por deixar o rosto com a expressão de braveza.

Arquear as sobrancelhas com Toxina Botulínica, além de transformar o olhar do paciente, também trata as rugas na região. Portanto, para utilizar a técnica certa no procedimento, e não intensificar as rugas, você precisa saber diferenciar os padrões.

Em um artigo da revista Surgical & Cosmetic Dermatology, foram identificados 5 tipos de padrões de rugas glabelares:

  • Padrão em “U”: têm predominância de aproximação e leve depressão na glabela, formando a letra “U”. Entre os músculos envolvidos estão o Corrugador e o Prócero.
  • Padrão em “V”: a aproximação vai de severa a moderada, e a depressão é muito mais intensa que o padrão “U”. Também tem força maior no Músculo Corrugador e uma participação menor da parte medial do Orbicular. Em função disso, as rítides necessitam de doses maiores de Toxina Botulínica.
  • Padrão Ômega: cerca de 10% dos pacientes apresentam este padrão de rugas. Seus movimentos são de aproximação e elevação medial da glabela. Também estão presentes nos músculos Occipitofrontal e Orbicular do Olho.
  • Padrão Setas Convergentes: há pouca depressão e elevação, sendo que este padrão ocorre durante a aproximação das sobrancelhas e é encontrado em 20% dos pacientes. Os músculos envolvidos são o Corrugador e a parte medial do Orbicular.
  • Padrão Ômega Invertido: o movimento predominante das sobrancelhas é o de depressão, e é o padrão menos frequente nos pacientes. Os músculos envolvidos são o Prócero, Depressor do Supercílio, parte interna do Orbicular dos Olhos e, às vezes, o Nasal.

Você vai encontrar mais informações sobre como identificar e registrar a contração muscular e as rugas aqui.

Micropigmentação antes ou depois do arqueamento das sobrancelhas?

arquear arqueamento de sobrancelhas botox

Pacientes que desejam fazer o procedimento estético de micropigmentação podem ficar descontentes com a aplicação da Toxina Botulínica, se ela for realizada na sequência errada.

Quando uma pessoa realiza o arqueamento, a sobrancelha sai da sua posição natural. Ou seja, a micropigmentação será feita na localização errada.

Isso ficará muito evidente quando o efeito da Toxina passar e a marcação da tinta da micropigmentação estiver diferente da sobrancelha.

Portanto, para que isso não aconteça, o paciente terá que realizar o arqueamento até que a micropigmentação passe. Ou então, realizar um procedimento para removê-la.

O ideal é que a micropigmentação seja feita antes de aplicar a Toxina Botulínica ou que o paciente espere o efeito do material passar para realizar esse procedimento estético.

Por isso, é importante conhecer o histórico de procedimentos do seu paciente e tratamentos que deseja realizar futuramente. Se você fizer uma anamnese completa, com perguntas específicas para cada procedimento, não sofrerá com esse tipo de problema. E mais, não deixará seu paciente insatisfeito.

Veja também: Harmonização Facial: 9 coisas que você precisa saber

Como arquear as sobrancelhas?

Em primeiro lugar, você deve lembrar que o padrão de contração do músculo se relaciona diretamente com o posicionamento das sobrancelhas.

Em segundo lugar, tenha em mente que mesmo que você faça tudo corretamente, o resultado pode ficar levemente assimétrico após a primeira sessão. Então, não se preocupe se isso acontecer com seu paciente.

Em terceiro lugar, não se esqueça de realizar um acompanhamento para identificar as assimetrias. Para que seu paciente não tenha que ir até o consultório só para você conferir como ficou o procedimento, você pode pedir que ele envie imagens, com ele realizando diferentes expressões faciais.

Se você identificar qualquer assimetria, aí sim deverá marcar uma segunda aplicação para levantar a sobrancelha corretamente.

Para conseguir oferecer um excelente procedimento ao seu paciente, você deve utilizar o Sistema de Harmonização Orofacial!

O SHOF te acompanha em todas as etapas do tratamento, para que você tenha anamneses completas, análises faciais precisas, envio de orientações pós-procedimento automáticas e muito mais, em um único lugar!

Saiba mais sobre o aplicativo aqui.

SHOF
Autora

© SHOF - Todos os Direitos Reservados.

Contatos